A nossa infância é um momento onde desfrutamos das coisas mais singelas e vivemos intensamente cada minuto. Todo adulto um dia já foi uma criança, já sentiu medo do escuro, já ralou os joelhos andando de bicicleta, já comeu a sobremesa antes da refeição e já aprontou muitas travessuras enquanto os pais estavam distraídos.

Ser criança é ver tudo de forma pura, mágica e colorida. Quando crianças construímos e pintamos um mundo que é só nosso. Acreditamos que tudo é possível e ficamos felizes com pouco.

Ser criança é amar a escola, os colegas e se espelhar na professora. É fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles. É querer que chegue a hora do recreio para poder brincar e ser qualquer personagem que queremos. É se preocupar apenas com qual será a próxima brincadeira.

Ser criança é aproveitar intensamente o presente e querer desbravar o mundo no futuro. É acreditar nas histórias e recontá-las como se fossem reais. Ah, ser criança é maravilhoso! Quantas aventuras e descobertas acontecem nessa fase! Então, que sejamos crianças!

Mario Quintana já dizia “As pessoas sem imaginação podem ter tido as mais imprevistas aventuras, podem ter visitado as terras mais estranhas. Nada lhes ficou. Nada lhes sobrou. Uma vida não basta ser vivida: também precisa ser sonhada.”

                Então, vamos desenvolver em nossas crianças o desejo de aprender, de sonhar e conquistar, de imaginar e realizar. Uma vida precisa ser vivida, e nós, que já fomos crianças, precisamos olhar melhor para elas e aprender a colorir o mundo novamente.

Katiéli Stasiak

Professora do 1º ano


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *